domingo, 15 de agosto de 2010

Something in the way


Chegou ao fim? Não sei. Apenas cansei do corpo que pedi emprestado, me atrasei na hora da felicidade e entreguei-me ao luxo da monotonia. Abra os braços, não será tão difícil sentir o vento pela ultima vez, certo? Não faz o mínimo sentido isso, pra você, para aquela adolescente com sua galera ou aquela senhora que está dirigindo um carro importado e fala ao celular.

Ainda tenho comigo a corrente do sentimento, de algum romance esquecido no baú, mas sinto que isso enfraquece a cada dia. A cada dia esse mundo perde um pouco de seu próprio mundo, o sonho foi desfeito e diluído em lamentações em prantos. Em breve, estarei no meu novo mundo idealizado, você já imaginou um mundo em que tiveres cores que nunca vira na vida e que luas enchem o céu como se fossem estrelas capazes de tocá-las. Não tenho o que dizer para você, um abraço longo, um beijo que pudesse parar o mundo por dois minutos ou apenas um adeus não seria o suficiente para conter todo o amor que sentimos. Deixo essa carta como um aviso prévio, você entende quando não se dá mais, todas as noites não serão esquecidas, todas as mensagens trocadas pelas madrugadas ou aquelas vistas de estrelas e procurando uma sempre vaga para colocar um nome desconhecido por nós mesmo.

Não se esqueça da estrela Dolly, aquela que batizei como nossa filha estelar. Esses tempos são dourados, não chore quando olhar em seus olhos, ria com toda sua força. Isso não será esquecido ou apagado como foi nas revistas e jornais. Essa carta não deixa legado, historia ou mito apenas meu nome em algo no caminho já trilhado por tantos.

5 comentários:

  1. Não sei bem do que vc táfalando, mas tlvz nem vc venha a entender o que eu vou falar. Uma vez li Kundera falando no Livro "Insustentável Leveza do Ser":

    "o Infinito e a Escuridão que carregamos dentro de nós. Sim, se vc procura o Infinito, feche seus olhos!"

    A ausência de cor é a primeira cor, e a Luz é o fim do Infinito do início.

    Amém!!

    Abçs!

    ResponderExcluir
  2. Complexo mesmo!! Mas eu sempre amo complexidade!!

    ResponderExcluir
  3. Foda o post...
    Legal o blog, estou seguindo ai.

    Abraço

    Se quiser visitar fique a vontade.
    http://interatividadeoculta.blogspot.com

    ResponderExcluir